Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

( I Cor. 9:24 ) “Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só é que recebe o prémio? Correi de tal maneira que o alcanceis”. Deus quer que você receba o prémio. Tu não podes correr a corrida de outro, por muito que gostes da corrida dele, tu tens de correr a tua própria corrida e o outro, que corra a corrida dele. Deus quer que tu leves o prémio, mas vais ter de correr de tal maneira que o prémio seja teu.

 

Quando uma pessoa tem sobre ela uma chamada de Deus, essa pessoa vê “coisas” que mais ninguém vê, “sabe coisas” que mais ninguém sabe. Porquê? Porque os outros não viram o que ela viu, nem ouviram o que ela ouviu, nem têm no seu coração o que ela tem. Se você tem uma chamada de Deus, Deus mostra-lhe “coisas” que não mostra aos outros, Deus diz-lhe “coisas” que não diz a outros e sobre tudo Deus põe no seu coração “coisas” que não pôs no coração dos outros. Deus trata com cada pessoa de maneira diferente e de acordo á chamada que deu a cada um.

 

Quando tratamos de buscar apoio nos outros contando o nosso sonho, não se admire se as outras pessoas não se entusiasmarem muito, é que elas não viram o que Deus lhe mostrou a si, não ouviram o que Deus lhe disse a si, nem receberam o que Deus lhe deu a si. Você pode contar os seus sonhos até ao seu pastor ou ao seu melhor amigo e poderá ter como resposta: “...não entendo como isso poderá ser possível,...isso é uma ilusão,...isso nunca vai acontecer...”. Você vai ficar triste, desanimado e a pensar que possivelmente eles têm razão e talvez você se tenha enganado e precipitado.

 

Portanto o melhor é desistir e seguir o caminho normal que todos os demais seguem. Quer um conselho: Nunca fique á espera, que os outros o animem em relação ao seu sonho. Alguns, só te vão animar quando tu entrares na tua chamada e estiver com sucesso no ministério, mas nesta altura também terá muitos a falar mal de si e a julgar a sua vida e ministério. Mantenha os olhos no alvo, “...olhando para Jesus...” note que diz, “...autor e consumador da nossa fé...” Ele é o autor da sua chamada, Ele também é o consumador, aquele que te levará a ela, segue em frente não fiques á espera que os outros te animem.

 

(At.20.22-24) “ Agora, eis que eu, constrangido no meu espírito, vou a Jerusalém, não sabendo o que ali acontecerá, senão o que o Espírito Santo me testifica, de cidade em cidade, dizendo que me esperam prisões e tribulações” mas em nada tenho a minha vida como preciosa para mim, contando que complete com alegria a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus”.

 

Paulo sabia que os planos de Deus para ele passavam por Jerusalém, para entrar na fase final do seu ministério, que era: (At.9.15) “...este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome perante os gentios, e os reis, e os filhos de Israel...”. Paulo já tinha exercido o seu ministério para judeus e gentios, faltava agora entrar na fase de ministrar aos reis. Foi a partir da sua prisão em Jerusalém, que começou a ser apresentado aos reis e pregou o evangelho a cada um, por fim ao próprio césar (Nero) . Assim completou o seu ministério.

 

Paulo sabia isto, mas os demais não, por isso trataram de convencê-lo, a desistir da ideia, (At.21.12) “...rogamos-lhe, tanto nós como os daquele lugar, que não subisse a Jerusalém”. Os demais vêm as aparências e dão a sua opinião baseados naquilo que eles acham que é melhor para eles. Mas você sabe o que Deus pôs no seu coração. E é por aquilo que está no seu coração, que você deve lutar. Se depender da opinião dos outros, nunca cumprirá o seu ministério, “ (Gl.1:10) “...se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo”.