Por: Sâmia Rocha

“Senhor,  quero dar-te graças de todo meu coração. E falar de todas as tuas maravilhas. Em ti quero alegrar-me, exultar e cantar louvores oh ”altíssimo”  (Salmos 9.1)

Nós temos tantas coisas que podemos agradecer a Deus. Temos tantas maravilhas que podemos contar. Eu sei que muitas vezes circunstâncias se levantam diante de nós e parece que não temos essas maravilhas tão presentes na nossa vida. Isso acontece porque não temos o olhar para ver o invisível. E, por causa disso, não vemos quantos livramentos, quantas provisões, quantas assistências Deus tem nos dado.

Talvez você diga: “Sâmia a minha vida está assim…”

Talvez eu diga para você: “Se Deus não estivesse envolvido em sua vida, talvez você estaria pior e nem estivesse aqui…”

Deus tem te sustentado e guardado, preservado e suprido.

Não sei se você já ouviu um ministro falar sobre fé e exigir de você uma postura, uma ação, exigir que você se posicione, que você declare diante das coisas, enfrentado-as. Enquanto isso você está simplesmente sentado na sua cadeira olhando para aquela ministração e para aquele ministro e pensando: “é muito fácil para ele dizer isso, não é ele quem está vivendo o que eu estou vivendo.”

Quem já pensou assim? Eu mesma já pensei.

Muitas vezes, nós vivemos circunstâncias na nossa vida nas quais tudo que conseguimos ver são trevas e os relatórios negativos. Enxergamos apenas aquelas fumaças que o diabo levanta diante de nós. Isto é a voz da nossa alma gritando, porque ela grita mais alto do que a voz do nosso espírito. A voz da nossa carne e da nossa alma sempre é mais alta, porque o Espírito Santo não é desequilibrado. Ele não precisa fazer escândalo, pois é um cavalheiro. E Ele só pode ser ouvido se nos aquietarmos.

E, às vezes, sentamos e justificamos a nossa falta de atitude com os nossos problemas. E dizemos: “Não posso fazer isso, porque não tenho condições de chegar a esse ponto.” Por isso, sempre colocamos uma distância muito grande dos ministros para nós “pobres mortais”. Porque na maioria das vezes, os ministros não falam o que eles vivem nas entrelinhas.

Não chegamos em um púlpito para falar das coisas que enfrentamos no dia a dia, do que sentimos, do que passamos. Porque fomos levantados para ministrar a Palavra de Deus. Mas, as vezes, Deus nos dá permissão para abrir um pouco da nossa vida. Assim como Paulo fez.

Paulo falou sobre as coisas que aconteciam na vida dele. Inclusive, sobre chegar ao ponto de dizer que estava angustiado e com medo, para que as pessoas pudessem entender que Paulo não era um super homem. Paulo era um homem, ele era uma pessoa como eu e você, mas um homem que decidiu crer no que Deus falava para ele.

Quero enfatizar que você não deve parar diante da sua humanidade e da sua limitação para justificar o seu fracasso. Porque percebo que nós temos usado a nossa humanidade para justificar os nossos fracassos e desistências.

A Bíblia diz que nós nunca seremos tentados ou exigidos além da medida, do que nós podemos. Deus não vai permitir que você passe por uma situação que você não tenha condição de vivê-la. Meu conselho é: pare de justificar as coisas e a maneira que você tem vivido por causa de quem você é humanamente falando.

Deus tem um projeto para mim e para você. Ele tem uma ideia que vai além dessa pessoa que você vê no espelho todos os dias. Você é muito além do que está por fora. Na realidade, você começa por dentro. A sua essência, a sua realidade não é o mal estar que temos porque não temos o corpo e as coisas dos outros. Nós somos além disso. Muitas vezes, queremos tapar buracos existentes na nossa alma colocando um bom reboco por fora para não mostrar as frustrações e a falta de aceitação com nós mesmos.

Estamos ficando experts em nos construir por fora, mas não temos tido ousadia para nos confrontar por dentro para sermos aquilo que Deus quer. Porque é mais fácil convencermos os outros que estamos bem por fora. É fácil dizer que andamos em prosperidade quando temos uma roupa nova, um sapato novo, um carro novo, mas prosperidade verdadeira começa por dentro.

A verdadeira prosperidade é quando, mesmo diante das circunstâncias que se levantam contra, você não se permitir ser amarrada por dentro e levantar as suas mãos, abrir a sua boca e não ceder aquilo que o diabo, o mundo e até mesmo a sua própria carne, querem que você faça.

A maior liberdade que nós temos é ser livres de nós mesmas.

Existe um tempo que devemos ter pessoas ao nosso lado nos incentivando e crendo conosco. Mas existe um tempo no qual nós devemos fortalecer as nossas próprias pernas de fé para aprender a andar pelo caminho de fé que Deus propôs para você andar. Não é o caminho para o seu pastor andar, seu amigo andar, não é para o seu vizinho andar, é para você andar. Nós nunca vamos amadurecer se sempre colocarmos a responsabilidade da nossa vida para outras pessoas.

Meu noivo me falou algo que tem permeado meus dias e tem marcado esse período da minha vida: “Deus NUNCA te perdeu de vista”. Mesmo quando você acha que Ele te perdeu.

Pode ser que a sua vida esteja ruim, mas estaria bem pior se Deus não estivesse envolvido com a sua vida. Deus não te perdeu de vista, mas você precisa se levantar por dentro. Tirar essa apatia, esse desânimo, essa imagem que o diabo quer que você aceite. Levante seus olhos e veja que existe um caminho preparado para você seguir que contraria tudo o que você vê no âmbito natural. Perdemos a força porque olhamos para o lugar errado. Se você olhar para o lugar errado talvez só veja coisas pretas, mas se olhar para cima vai ver a luz.

Pare  de olhar para aquilo que está diante dos seus olhos e olhe para cima.

Deus não te perdeu de vista!

Quanto tudo parece que não está dando certo, tenha uma certeza: Deus não te perdeu de vista!

Outra frase que meu noivo me disse: “Você é mais “pai” do seu futuro do que “filho” do seu passado”

Não importa se daqui para trás deu tudo errado, o que importa é o que você vai fazer para dar certo daqui para frente. Se as coisas até hoje não deram certo, levanta, existe uma história que Deus escreveu para você e Ele não a apagou porque alguma coisa não deu certo. Ele diz: “lembre-se de onde você caiu, parou, levante-se e continue. Porque os planos do Senhor na sua vida não serão frustrados. Deus não te perdeu de vista.