Por: Sâmia Rocha

O que faz você se sentir confiante? Você já fez essa pergunta para você mesmo? É uma posição? Uma roupa? Um carro? O corpo que você tem? Uma performance? Os elogios ou reconhecimento que você recebe?

Sabe que existem pessoas que se você tirar isso delas, elas desmontam. Essas coisas muitas vezes é o motivo pelo qual pessoas defendem e perseguem isso com tanta veemência e afinco!

Muitas pessoas, por não desenvolverem confiança em quem ELAS SÃO se afirmam no que FAZEM e naquilo que TÊM!! Elas são inseguras (Falta de autoestima e confiança em si mesmo)! Quando elas olham para si mesmas, elas não veem-se como Deus às vê!

Insegurança é um sentimento perigoso. Pessoas inseguras, têm medo do crescimento de outras pessoas e de que essas brilhem mais do que elas.

Vemos um exemplo claro disso na Palavra que foi Saul e Davi.

1 Samuel 18.7-9 diz: “As mulheres se alegravam e, cantando alternadamente, diziam: Saul feriu os seus milhares, porém Davi, os seus dez milhares. Então, Saul se indignou muito, pois estas palavras lhe desagradaram em extremo; e disse: Dez milhares deram elas a Davi, e a mim somente milhares; na verdade, que lhe falta, senão o reino? Daquele dia em diante, Saul não via a Davi com bons olhos”.

Quando você é inseguro, você sempre vai desconfiar das intenções e das pessoas. A Bíblia diz que, depois disso, um espírito maligno passou a atormentar Saul.

A insegurança produz tormento! A insegurança produz ciúmes e manipulação. Uma pessoa insegura acende a sua luz apagando a luz dos outros! Uma pessoa insegura, se estiver em uma posição de autoridade, pode facilmente manipular situações em seu favor e tentar apagar outras pessoas que possam brilhar como ela. Foi isso que aconteceu com Saul e Davi.

Uma outra coisa que Saul fez por causa da sua insegurança foi galardoar quem falava mal de Davi e matar quem viesse a defendê-lo.

Se você se incomoda com pessoas elogiando outras, você é inseguro! Quero deixar claro aqui que não é um incômodo quando você percebe que são elogios forçados, mas é o fato de você não querer que outras pessoas recebam aquilo QUE VOCÊ GOSTARIA de receber!

Muitas vezes, a insegurança surge de uma falta de entendimento do propósito pessoal que o Senhor confiou a cada um e que cada um de nós somos “PARTES” do Corpo de Cristo e que para termos sucesso, precisamos estar ligados, unidos, reconhecendo cada um dentro daquilo que foram chamados!

A insegurança nos faz querer ser como pessoas que admiramos, ou muitas vezes nos “obriga” a sermos semelhantes a quem tememos. Pelo simples fato de que um inseguro precisa sempre se impor para poder se afirmar em cima de outros. Precisamos entender que o Senhor nos fez com uma identidade própria, uma essência única, para que através dela, possamos demonstrar Cristo na Sua multiforme sabedoria.

Deus não nos chamou pra sermos iguais a ninguém! Eu costumo dizer que o que em alguém brilha por ser aquela a maneira ou identidade que Deus forjou naquela pessoa, em outros se fizerem por regra, tendência ou imitação, APAGA, EMBOTA. Tira da pessoa a verdadeira beleza e autenticidade!!

As roupas, performances, bens, posições; podem impressionar de início ou, por um contato breve, mas a longo prazo; a verdadeira essência do que você é vai acabar aparecendo!
Não seja um “Saul” inseguro que se desestabiliza com o sucesso e o crescimento dos outros.

Busque quem você é em Deus! Marque a vida das pessoas por causa do cheiro de Cristo que é exalado através de você de uma identidade firme, segura e confiante forjada pelo entendimento de quem você é nELE; e, caso você não seja elogiado, reconhecido; não tenha uma performance aplaudida ou lhes dê o privilégio de sentar nas cadeiras de honra, você continuará se sentindo bem. Porque o seu valor já foi definido quando Jesus derramou o sangue dEle por você!!

“Mas, pela graça de Deus, sou o que sou…” (1 Coríntios 15.10).