EM QUE  ACREDITAMOS
 
A doutrina da igreja ZOË é orientada pelas seguintes convicções:


1) AS ESCRITURAS: A Bíblia é a palavra de Deus, escrita pelos santos homens de Deus, inspirados pelo Espírito Santo. Cremos na plena e verbal inspiração da Bíblia, do Antigo e do Novo Testamento, que não há erro nem contradição nas Sagradas Escrituras. Cremos que as Escrituras são a autoridade suprema e final em matéria de fé e de prática. (2 Timóteo 3:16-17; 2 Pedro 1:19-21; 1Ts.2:13)

2) A DIVINDADE: Cremos em um Deus único, o Criador e Dominador do universo, manifesto em Três Pessoas: Deus o Pai, Deus o Filho e Deus o Espírito Santo - cada um dos quais possui perfeição e personalidade divinas. Deus Pai é o maior de todos, Aquele que enviou a Palavra e o Grande Arquiteto. (Jo.14:28; Jo.16:28; Jo.1:14). O Filho é a Palavra feita carne e existe com o Pai desde o inicio. (Jo.1:14; Jo.1:18; Jo.1:1). O Espírito Santo procede de ambos, o Pai e o Filho, Ele dá matéria à Palavra e é eterno. (Jo. 15:26).

3) JESUS CRISTO: Foi gerado pelo Espírito Santo, nasceu da virgem Maria. Ele é verdadeiramente Deus e verdadeiramente homem. (Lucas 1:35; Isaías 7:14; 1 João 5:20)

4) O HOMEM, SUA QUEDA E REDENÇÃO: O homem foi criado à imagem de Deus; que ele pecou, e, portanto, incorreu não somente na morte física, mas também em morte espiritual, que é a separação de Deus; e que todos os seres humanos nascem com uma natureza pecaminosa e, ao atingir a responsabilidade moral, tornam-se pecadores em pensamento, palavras e ações. (Génesis 1:26-27; Romanos 5:12, 19; Génesis 3:3). Jesus Cristo o Filho de Deus se manifestou para desfazer as obras do diabo, deu a Sua Vida e derramou o Seu Sangue para redimir e restaurar o Homem com Deus. (Cl.1:13, 14; Ef.2:13, Ef. 2:16,18; 1Jo.3:8).

5) NOVO NASCIMENTO: Que aqueles que recebem pela fé o Senhor Jesus Cristo nascem de novo pelo Espírito Santo e, portanto, tornam-se Filhos de Deus e herdeiros da salvação. (João 10:27-28; 1 João 5:1; João 1:12)

6) VIDA ETERNA: O Senhor Jesus Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, Ele pagou a condenação de toda a humanidade, como um sacrifício representativo e substitutivo e que todos aqueles que nele creem são justificados pela fé e declarados inocentes diante de Deus Pai. Todos
aqueles que obedeceram a Deus em sua vida, viverão eternamente na presença de Deus.2- Aqueles que em sua vida terrena, não creram em Deus e viveram vidas contrárias aos seus mandamentos recusando-se a reconhecer e a aceitar Jesus como o seu substituto, também viverão eternamente, mas fora da presença de Deus em tormento eterno, conforme as Escrituras. (Mt.25.46; Jo.6.54; Jo.10.28; Rm.2.7; 2Cor.5.1; 1Jo.5.11; 1Jo.5.13; 1Pe.1.4; Ap.22.15)

7) SALVAÇÃO: Só pode ser obtida aqui na Terra e não depois da morte física, não pode ser obtida como resultado de obras de caridade ou qualquer obra humana, nem pelo facto de frequentar a Igreja. A salvação é pela Graça de Deus por meio da fé e ficou disponível pelo sacrifício de Jesus na Cruz, Sua Ressurreição e depois de ter feito expiação pelos nossos pecados no Santuário do Céu, diante de Deus Pai. Para receber salvação o Homem deve crer na Obra Redentora de Cristo e fazer confissão pública de Jesus como Seu Senhor e Salvador. Deve perseverar até ao fim da sua vida a Jesus, mantendo a sua fé em Cristo (Ef.2:8,9; At.4.12; Rm.10:8-10; Hb.9:23,24; Mc.13.13).

8) RESSURREIÇÃO DE CRISTO: Cremos que Deus Pai ressuscitou Jesus dos mortos ao terceiro dia conforme as Escrituras Ele é p primogénito dor mortos, o primeiro a ressuscitar com corpo incorruptível. Cremos na sua ascensão aos céus, e em sua vida ali para sempre como nosso sumo sacerdote e advogado. (Mateus 28:6-7; Lucas 24:39; João 20:21; Atos 1:9-11)

9) RESSURREIÇÃO DOS JUSTOS E ARREBATAMENTO DA IGREJA: No iminente retorno pessoal de Jesus Cristo para buscar sua igreja, antes da grande tribulação; Nesse momento os mortos em Jesus Cristo serão ressuscitados primeiro em corpos glorificados e os vivos receberão corpos glorificados sem passar pela morte e serão arrebatados. Cremos também que a tribulação, que começará após o arrebatamento da igreja culminará com a vinda de Jesus Cristo em poder e grande glória para estabelecer o reino milenar. (1Tessalonicenses 4:13-18; 1 Coríntios 15:51-58; Apocalipse 19:1120:4; Ap.20.6)

10) RESSURREIÇÃO FÍSICA DOS INJUSTOS: Cremos na ressurreição dos injustos, aqueles que se recusaram a reconhecer Jesus como seu substituto e Senhor, para o juízo final e condenação eterna. (At.24.15; Ap.20.12; 20.13;

11) A SEGUNDA VINDA DE JESUS: Assim como Jesus foi para o Céu, Ele voltará segunda vez com os seus santos, não como O Cordeiro de Deus que tira o pecado do Mundo, mas como Rei dos Reis e Senhor dos Senhores para Julgar e Reinar com os santos. O diabo será amarrado por mil anos e depois será solto para ser definitivamente julgado e condenado com todos os que o
serviram. (At.1:11; Jo.14:1-3; Ap.19:11-16).

12) JUÍZO FINAL E RECOMPENSA ETERNA: Aqueles que morreram fisicamente em seus pecados sem aceitar Jesus, serão julgados pelas suas obras más, e condenados no lago de fogo e enxofre junto com o diabo e os seus demónios, o anticristo e o falso profeta. Não haverá mais oportunidade de voltarem a ouvir o Evangelho para arrependimento. Este castigo é eterno, assim como a recompensa dos Justos na presença de Deus num êxtase de paz e alegria. (Hb.9:27; Ap.19:20; Ap.20:11-15; Ap.21:8; Ap.21:1-4; 2Co.5:10; Mt.25:31-46).

13) PERSONALIDADE DE SATANÁS: Cremos que é o deus deste século e o inimigo de Deus e de todo o crente em Cristo. Ele foi declarado derrotado com a morte de Cristo e sua ressurreição, É o pai da mentira e o tentador. Está destinado ao julgamento da justiça eterna no lago de fogo. (Mt.4:1-3; 2Cor.4:34)

14) EXPULSÃO DE DEMÓNIOS: Cremos e praticamos a expulsão de demónios, em Nome de Jesus Cristo. (Mc.16:17; Fl.2:10,11; Lc.10:19; Tg.4:7).

15) CURA DIVINA: É da Vontade de Deus curar hoje e sempre todas as pessoas salvas ou não e todo o género de doenças. Entendemos que pela fé nas Promessas de Deus é possível receber e manter a cura. Entendemos que ninguém pode impor a outrem um grau de fé que essa pessoa ainda não tem e que por isso, não podemos jamais impedir que alguém consulte médicos qualificados e hospitais, nem impedir que tomem os medicamentos receitados. A cura divina manifesta-se por meio da oração da fé, imposição de mãos ou por meio dos Dons do Espírito Santo, foi provida pelo sacrifício de Jesus e é um direito de todo o cristão hoje. (Tg.5:15,15; Mc.16:18; Is.53:4,5; Mt.8:17; 1 Pe.2:24; Sl.103:3; Sl.107:20).

16) BATISMO NAS ÁGUAS: É um Mandamento de Jesus para todos os crentes e deve ser feito por imersão total do corpo. Não batizamos bebés visto que o baptismo é um ato de fé, que cada pessoa terá de fazer por convicção pessoal e de livre vontade, o que não pode acontecer com bebés. É um ato externo que identifica o cristão com Cristo na Sua morte e ressurreição para uma nova vida em Jesus Cristo. (Atos 8:36; Mt.28:19; Rm.6:4; Cl.2:12; At.36-39).

17) PROSPERIDADE MATERIAL: No Calvário, Jesus foi em tudo o nosso substituto. Ele se fez pobre para que em troca pudéssemos ser prósperos. Cremos e praticamos as Leis de Prosperidade que consiste em honrar a Deus com os Dízimos e Ofertas. (Ml.3:1-12; 2Co.8:9; Pv.3:9,10; Lc.6:38; 2Co.9:6-11).

18) BATISMO NO ESPÍRITO SANTO E FALAR EM LÍNGUAS: Cremos que todo o verdadeiro cristão pode ser revestido com o Poder do Alto que consiste do Baptismo no Espírito Santo com a evidência de falar em línguas. O Baptismo no Espírito Santo é a Promessa do Pai feita através de Jesus a todo o crente. Esta experiência subsequente à Salvação. (Mt.3:11; Jo.14:16,17; At.1:8; At.2:38,39; At.10:44-47; At.19:1-7; At.2:4). 

19) A PESSOA DO ESPÍRITO SANTO E SEUS DONS: O Senhor Espírito Santo foi enviado para a Terra no dia de Pentecostes (Atos 2:1) e permanece connosco até ao arrebatamento da Igreja. É Ele que nos equipa e fortalece com Seus Dons para fazermos a Obra de Deus. Os Dons do Espírito Santo são: Dons de Poder. Dom de Fé Especial, Milagres, Dons de Curar. Dons de Inspiração; Variedade de Línguas, Profecia e Interpretação de Línguas. Dons de Revelação: Palavra de Sabedoria, Palavra de Conhecimento e Discernimento de espíritos. Os Dons são do Espírito Santo e é Ele que concede a cada um a manifestação para o que for útil segundo a Sua Vontade. (Jo.14:16,17,26; Jo.15:26; Jo.16:7-14; At.2:4; At.19:11,12; At.10.38; 1Co.12:1,4-11).

20) DIFERENTES MINISTÉRIOS: Cremos que Jesus deu á igreja diferentes ministérios querendo o aperfeiçoamento dos santos para a obra do ministério. Apóstolos, Profetas, Evangelistas, Pastores e Mestres. Não consideramos nenhum ministério superior aos outros, mas diferentes uns dos outros e a igreja necessita de todos para um crescimento saudável. (Ef.4.11-16).

21) A IGREJA UNIVERSAL DE CRISTO: Cremos que a Igreja Universal de Cristo é o conjunto de todas as pessoas à face da Terra, qualquer que seja a sua cor, etnia, cultura ou nacionalidade que tenham entregue a sua vida a Jesus Cristo, e O sigam de acordo com o padrão bíblico. (Rm.1:7; Rm.16:5,16; 1Co.1:2; Ef.1:1; Gl.1:2).

22) LIVRE ARBÍTRIO: Cremos que Deus criou cada ser humano, com vontade própria. O homem é livre de escolher entre o bem e o mal, entre Deus e satanás, entre a luz e as trevas. Por este motivo um dia cada ser humano será levado a julgamento de acordo com as suas ações e escolhas que fez. Pelo mesmo motivo, pregamos o evangelho a toda a criatura, para que todos tenham a oportunidade de escolher o bem, a vida, a salvação. (Dt.30.19; Is.1.19; )

23) A CRIAÇÃO: No relato da criação do Génesis; que o homem veio a existir por criação direta de Deus e não por evolução. (Génesis 1 e 2; João 1:3; Colossenses 1:16-17)

24) A SANTA CEIA: Que a ceia do Senhor é a celebração da sua morte até que ele venha e sempre deve ser precedida por um solene exame individual. (1 Coríntios 11:23-31) 

25) SANTIFICAÇÃO: Cremos que o crente deve viver uma vida apartada dos velhos hábitos pecaminosos do mundo. Santificação não acontece depois de morto, mas em vida. É um trabalho progressivo e envolve duas fases: 1- Santificação instantânea. Ação de Deus no momento do novo nascimento, perdoando os seus pecados ao arrependido. 2- Santificação progressiva. Trabalho do crente, deixando a prática de ações que sabe não agradam a Deus. ( 1Cor.1.2; Col.3.8; Ef.4.22,25; Rm.6.2,-14)

26) MATRIMÓNIO: Cremos no matrimónio entre um homem e uma mulher de acordo com as Escrituras. Cremos que o matrimónio, mais do que pensado para a reprodução do ser humano, é uma instituição de Deus e que representa a intimidade e relação entre o homem e o seu criador, como também uma figura na família, da relação entre o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Cremos e protegemos a família como o berço dos valores que influenciam a nossa sociedade.