Viver pela Fé

Viver pela fé não é viver por aquilo que sente ou vê. Viver pela fé é viver seguro e convicto das coisas que não sente nem vê, mas que crê. É esta maneira de viver e de encarar a vida que lhe dará a vitória sobre o mundo. O “mundo” fala de recessão e problemas, pois falam do que vêm e do que sentem pelas circunstâncias. Mas nós, os justos, os “crentes” podemos vencer a recessão e qualquer circunstância, porque o justo viverá da fé, e a fé é a vitória que vence o mundo. Porque não andamos por aquilo que vemos, nem por aquilo que as noticias dizem, nem por aquilo que sentimos. Andamos por aquilo que cremos, e cremos na palavra de Deus, nas promessas de Deus. Deus jamais deixará de cumprir a sua palavra.
Hebreus 11, a Bíblia fala-nos daqueles que agradaram a Deus antes da lei e durante a lei, eles agradaram a Deus não por cumprir a lei mas por viverem pela fé.

Como é o estilo de vida pela fé? É viver convicto das coisas que não se veem, é esperar pelas coisas que ainda não vê. Duas coisas diferentes uma esperar pelas coisas que ainda não vê e outra viver convicto na garantia das coisas que não se veem. "Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente" (Hb.11.3) Note que a Bíblia chama aparente àquilo que se vê. Aparente é a palavra grega "Faino" e significa, "aquilo que vem á luz, que aparece, que se torna evidente, que é exposto à vista". No nosso dicionário aparente é descrito como "aquilo que aparece ou se mostra, que parecer ser o que não é e aquilo que é provável". 
A ciência tem uma posição interessante a respeito disto:

 

" Tudo o que é visível é aparente. A nossa percepção do mundo é em grande parte autoproduzida. Vemos o mundo de acordo com a maneira como o nosso cérebro o organiza.
O que vemos não é a imagem na nossa retina mas uma imagem tridimensional criada no cérebro, com base na informação sobre as características que encontramos mas também com base nas nossas "opiniões" sobre o que estamos a ver.
O que vemos é sempre, em certa medida, uma ilusão. Porque a visão é um processo em que a informação que vem dos nossos olhos converge com a informação que vem das nossas memórias".

Concordará comigo que nem sempre a informação que temos a respeito do que vemos ou sentimos é a mais correta. Nós deduzimos que... face ás aparências..., tendo em conta os sintomas...se uma pessoa sente uma dor e tem historial na família de mortes por cancro, logo deduz que poderá ter a mesma enfermidade. Se assim for confirmado logo deduz que vai morrer. Mas quem lhe diz que a dor que sente é cancro? E quem lhe garante que vai morrer dessa enfermidade? Julgamos as coisas pelas aparências e Jesus advertiu-nos para esse perigo, "Não julgueis segundo a aparência" (Jo.7.24). As nossas deduções baseiam-se no tipo de informação que possuímos e essa mesma informação que possuímos advém das coisas que são aparentes e a fé não está relacionada com aquilo que é aparente. "Porque andamos por fé, e não por vista" (2Cor.5.7). Viver pela fé é viver baseado numa outra informação que não chega até si pelo que vê nem pelo que sente. "Não atentando nós nas coisas que se vêm, mas nas que se não vêm; porque as que se vêm são temporais, e as que se não vêm são eternas" (2Cor.4.18). Dar a sua atenção ao que é aparente é viver em constante incerteza e variação no que acredita e também nas emoções, vive ao sabor das circunstâncias. Viver pela fé é viver baseado nas coisas que não são aparentes, não vive pelo que vê nem pelo que sente mas por acreditar no que Deus diz e este é o estilo de vida que agrada a Deus. Este é o estilo de vida que vence o mundo.

COMPRAR

AVENIDA GOMES PEREIRA 80A - LISBOA - BENFICA

CONTATO: (+351) 21 609 70 91 

HORÁRIO:

SEX:    21:00
DOM:    10:00

 2019